Geração e Desenvolvimento

Usinas

PCH Cascata das Andorinhas

A PCH Cascata das Andorinhas começou a se concretizar a partir da Lei Nº 1946 de dezembro de 1999 do executivo municipal de Nonoai concedendo a Creral o direito real de uso da área. Assim, no dia 07 de maio de 2001, é dado início a construção da usina.
No final do mês de maio de 2003, começaram as fases de teste, com a entrada em funcionamento primeira turbina e da segunda turbina. No dia 15 de julho de 2003, a FEPAM, emite a Licença de Operação, autorizando o funcionamento da usina. 
A PCH Cascata das Andorinhas, foi construída na margem direita do Arroio Tigre, junto ao parque Cascata das Andorinhas, aproveitando uma queda natural de 142 metros. Com potência nominal instalada de 1 MW, a usina estará gerando energia suficiente para uma população de 10 mil habitantes.

Usina em números

  • Potência nominal: 1 MW
  • Casa de Força: 02 turbinas Francis simples
  • Geração Anual: 8.640.000 kWh 
  • Tubulação: 599 metros de extensão
  • Queda d’água: 142 metros 
  • Tomada d´água: vazão - 1,05m³/s
  • Linha de transporte: ramal de 1.500 metros até conexão coma rede.